segunda-feira, 9 de maio de 2011

Momento Terapia

Só para variar, foi em uma conversa na Starbucks que esse post nasceu. Com ajuda da minha super amiga Lú, um novo lado meu foi descoberto: tenho um grande talento para ser conselheira de relacionamentos. Fico imaginando se a conversa tivesse sido em um bar, quantos outros talentos não teriam sido revelados... rsrs.

Obviamente que devemos dividir essas nobres idéias, pois o texto que vou publicar pode ajudar muita gente com seus nobres relacionamentos. Se você se identificar com pelo menos um item abaixo, pare e reflita, pois você pode estar em um relacionamento falido, e só cabe a você mantê-lo assim, melhorá-lo ou partir pra outro... Make your choice!

COMO MANTER UM RELACIONAMENTO FALIDO EM 10 LIÇÕES:

1. ACREDITAR: Acreditar no seu relacionamento e, principalmente, na pessoa amada é muito importante, aliás, é fundamental. Se você acredita em Deus sem vê-lo, então porque não acreditar em tudo o que o seu amor lhe diz. Não ligue para intuições e sextos-sentidos, afinal de contas, somente o Bruce Willis tem esse dom.

2. OBJETIVOS EM COMUM (#NOT): Veja bem, um relacionamento não é uma corporação onde todos devem trabalhar em equipe para alcançar um mesmo objetivo. Um relacionamento é apenas um relacionamento, e não há a menor necessidade de que vocês tenham sonhos e pretensões em comum.

3. PARTILHAR MOMENTOS (#NOT): Quanto mais gostamos de uma pessoa e mais longe dela estamos, mais saudades sentimos, correto? Por isso não partilhe momentos ao lado do seu amor... Fique sempre longe um do outro para que a saudade aumente e a vontade de estar ao lado de quem se ama seja sempre presente. Assim, você evitará brigas e discussões caso cada um tenha um compromisso diferente ou não possam se ver por questões diversas.

4. AFINIDADE (#NOT): Se o seu relacionamento não é o Big Brother Brasil, pra quê ter afinidade com o seu amor? Para isso você tem a sua família e os seus amigos, que estarão sempre presentes nos momentos em que você precisar conversar ou desabafar sobre as suas frustrações.

5. AMIGOS: Seus amigos existem por uma questão de afinidade, conforme lição nº 4. Eles não precisam aprovar o seu relacionamento ou gostar do seu amor. A verdade é que os seus amigos não sabem nada sobre o que você sente e nem sobre o que é melhor para você. Aliene-se da opinião alheia, pois o que realmente importa é aquilo que você acredita (vide lição nº 1).

6. MUDE: Seja um funcionário da Granero e promova mudanças na sua vida. Mude seus valores, sua essência, seus gostos, seu comportamento, afinal de contas, ninguém se apaixona por você pelo o que você é.

7. FAMÍLIA: Tal qual os amigos, a família também aplica-se na questão de afinidade. Se quando você era adolescente você não dava ouvidos para seus pais, por que fazê-lo agora? A família em geral só tem o objetivo de ir contra tudo aquilo que você acredita. No geral é pura inveja, e no que se trata dos seus pais é apenas ciúmes.

8. SEXO: Parte importante de um relacionamento, mas satisfazer suas vontades não é necessário. Lembre-se sempre de que o amor é o mais sublime dos sentimentos, e deve estar acima de tudo, inclusive das questões carnais. Você sim, deve desdobrar-se para atender ao seu amor, mesmo que isso implique em frustrações para a sua vida.

9. SEGURANÇA (#NOT): O bom da vida é viver perigosamente. Viver um relacionamento imaginando diariamente que você está sendo trocado(a) por outra pessoa te faz uma pessoa mais intensa, que aproveita todos os dias como se não houvesse amanhã, pois nunca se sabe qual será o último momento ao lado do seu amor, ou o último dia do seu status "em um relacionamento sério" no Facebook.

10. ESPERANÇA: Ter esperança é a base do seu relacionamento. Por mais que você não se sinta feliz, e por mais que o mundo esteja mostrando para você que o seu relacionamento não terá futuro, nunca perca as esperanças. Todos os dias pela manhã, repita o mantra: "Tudo vai dar certo... tudo vai dar certo... tudo vai dar certo..."

Caso você precise de maiores informações sobre relacionamentos falidos, ou queira conversar mais sobre o seu relacionamento para confirmar se ele se enquadra nessa realidade ou não, deixe seu comentário nesse post. Terei a maior satisfação em auxiliar a todos que queiram manter seu relacionamento falido, afinal de contas, caridade conta para abater os pecados cometidos na terra. ;)

3 comentários:

Ninguém disse...

Eu aqui pensando, "Mas, caralho, a May tá louca? Que porra de ajuda é essa que ela tá dando e..." Ai eu li o título :D
HAUHAUHAUHAUHA

osimplespensar disse...

FANTÁSTICO!!!
Muito humor para tratar de um tema considerado como "delicado" para a maioria das pessoas.
Às vezes as pessoas se acomodam em sua zona de conforto pelo simples fato de querer consertar o que não tem conserto, de acreditar numa "coisa" que não tem futuro. Mas enfim, é assim que se mantém um relacionamento falido oras! Kkkkkkk...

Beijão Ma!

putaenlamierda disse...

Estou rachando de rir.
Você não me conhece.
Acabei de sair de uma relação
"dispensado" do casamento e agora
parece que namoro a ex-esposa.
kakakaka merdê!
Mas outro dia eu conto e isso vai
virar assunto pra você postar.
Bj e valeu pela risada.